As notas musicais são os elementos mínimos que formam o som. Quase todo mundo já as conhece: DÓ, RÉ, MI, FA, SOL, LÁ , SI. Elas podem ser produzidas de diversas maneiras, mas acontecem sempre através da vibração de moléculas e se propagam pelo ar. No espaço, por exemplo, onde não existe ar o som não se propaga.

Entenda que as notas  se formam através da movimentação das moléculas de ar. Por exemplo, nos violões as cordas vibram e fazem todo o ar ao redor delas vibrarem na mesma frequência. Cada molécula vai fazendo com que as outras moléculas ao seu redor vibrem também, propagando o som. Essas vibrações chegam até o ouvido onde são emitidos sinais para o cérebro, que atribui som à cada uma delas.

Elas podem ser reproduzidas através das nossas cordas vocais, de flautas, piano, instrumentos de corda, baterias e até mesmo de instrumentos personalizados feitos em casa.

Para entender melhor como funciona o processo, veja no vídeo abaixo a captação dessa vibração através de uma câmera de celular:

Acredita-se que o vídeo não é real e que não pode ser feita essa captação através de uma câmera de celular. Mas mesmo assim ele é útil para entender as diferentes vibrações e formações das notas musicais.

A altura do som é uma das características mais marcantes e é determinada por essas vibrações. Se as vibrações forem altas o som será agudo, caso queira um som grave elas deverão ser baixas. Essa altura é representada pela clave e pela posição da nota nas pautas. As notas são representadas por “bolinhas ovais”, que ficam em diferentes alturas e são lidas da direita para a esquerda. Elas juntas resultam na harmonia. É necessário aprendê-las para tocar os instrumentos musicais.

Quando existem duas notas em alturas diferentes, mas aparecem simultaneamente, temos o que chamamos de acordes, eles são a base da harmonia.

Existe também as pautas, que podem ser chamadas de pentagrama. Elas são as 5 linhas horizontais onde ficam localizadas as notas. Porém entraremos em mais detalhes sobre ela no tópico de partituras. Mas devemos saber que as notas abaixo das pautas são as agudas e acima delas ficam as notas graves.

Como Representar as Notas Musicais?

As notas podem ser representadas por mais de uma maneira diferente. É importante conhecer todas elas para conseguir fazer a leitura das músicas e poder tocá-las. Se for tocar apenas como hobby e não profissionalmente, conhecer apenas as notas representadas por letras já é o suficiente. Você pode conferir aqui um conteúdo completo sobre as representações da notas musicais.

Letras

Existe uma representação mais fácil para as notas musicais, que é feita através de letras. Essa linguagem é universal, o que facilita que seja entendida por músicos do mundo todo. Existem 7 notas e consequentemente 7 letras, uma para cada uma delas. Essa representação foi criada visando facilitar a leitura e aumentar a velocidade do músico. Conheça abaixo as notas e letras que correspondentes:

  • – C
  • – D
  • Mi – E
  • – F
  • Sol – G
  • – A
  • Si – B (em Alemão – H)

Partitura

São aquelas 5 linhas contínuas, onde aparecem as notas musicais. A leitura pode ser um pouco demorada, mas conforme você vai aprendendo, acostuma e consegue fazer mais rapidamente. Ela é bem mais detalhada e complexa do que a representação através de letras. Os iniciantes não precisam se preocupar tanto com ela e podem primeiro aprender de decorar as letras.

A partituras é a forma mais completa que existe para representar o som e deve ser aprendida por todo grande músico. Elas mostram harmonia, ritmo e melodia, por isso são tão importantes. Todos os músicos devem conhecê-las para um conhecimento profundo e detalhado.

As linhas são chamadas de pautas e cada uma serve para representar uma nota. Como você pode observar na imagem:

Você pode notar que existem linhas a mais, elas representam outras oitavas (a primeira nota Dó e a última nota Lá). Essas linhas extras são chamadas de suplementares. Elas existem pois nas pautas cabem apenas 9 notas, que não são o suficientes para representar todas as notas existentes.

Clave de Sol

A clave de Sol auxilia os músicos a localizarem todas as notas. Se você sabe onde está uma nota, poderá localizar todas as outras. Entenda mais visualizando a imagem abaixo.

Como você pode notar, a Clave de Sol começa na segunda linha, que representa o  Sol. A cada entre linha ou meio da linha é uma nova nota. Quando se perder, basta aumentar ou diminuir algumas notas, que ficam na sequência – do, ré, mi, fá, sol, lá, si, dó.

Você deve estar se perguntando como saber de qual nota cada uma se trata nos aparelhos musicas. Existe o dó central, que fica bem no meio do instrumento musical.

No teclado, você o localiza na divisão centrar das teclas. Você pode localizá-lo através da partitura, ou representar o Dó central através da sigla C4, e aumentar ou diminuir o número para dizer em que oitava ele está.

No violão você pode localizar o dó central na quinta corda da terceira casa, como na imagem:

E é importante ressaltar que no violão a partitura fica deslocada uma casa, para facilitar a representação de todas as notas. O Dó central do piano representa o dó da segunda casa. Então em partituras sempre utilize a clave de sol, juntamente com o número oito, para mostrar que a representação está deslocada uma oitava em relação ao piano. Porém fique atento, pois nem todos os músicos fazem essa representação.

Se você está aprendendo a tocar o instrumento agora, leia as nossas dicas sobre Notas de Violão e como aprender a tocá-las. É um guia para iniciantes, que pode te ajudar, caso esteja começando agora.

Combining the technologies of the https://justdomyhomework.com/ ipad, apple tv and a few other key apps puts a multitude of sharing possibilities at the disposal of the student